Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

Buscar  
Notícias
Publicada em 17/07/17 as 19:30h - 1 visualizações
Brasil cria 9,8 mil vagas de trabalho em junho

Itabaiana é Notícias


 (Foto: Itabaiana é Notícias )

O mercado de trabalho brasileiro abriu 9.821 novos postos em junho, variação de 0,03% em relação ao mês anterior. Essa é a terceira expansão consecutiva e a quarta registrada no ano, segundo informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, divulgadas nesta segunda - feira (17).

Para o ministro do Trabalho e Emprego, Ronaldo Nogueira, os dados mostram que "a economia dá sinais de recuperação"."É melhor que seja gradual, em patamares menores, do que termos uma bolha. Isso nos dá a sinalização de que a economia se recupera de forma positiva", acrescentou.

O resultado do Caged é resultado da diferença de 1.181.930 admissões e 1.172.109 demissões. Este ano, o saldo alcançou 67.358 vagas de emprego abertas. No mesmo período do ano passado, o saldo foi negativo, com 531.765 postos de trabalho fechados a mais que abertos. O resultado acumulado aponta uma redução de 749.060 postos de trabalho.

"Nós gostaríamos de comemorar números melhores, mas o Brasil é um país que tem especificidades e a economia é um conjunto de fatores - externos e internos. O governo está cumprindo seu papel no sentido de dar sinais para o mercado, com a aprovação de reformas. A expectativa é que se mantenham os números positivos até o final do ano", ressaltou Nogueira.

Setores

No mês de junho, o saldo positivo do Caged foi impulsionado pela agropecuária e pela Administração Pública. Em maio, foram gerados 36.827 novos postos de trabalho na agropecuária. O setor de produção de café  foi novamente o destaque do período, com 10.804 vagas abertas, concentradas em Minas Gerais.

A Administração Pública fechou o mês com a criação de 704 novas vagas, um aumento de 0,08%.

Já os demais setores tiveram saldo negativo, com mais fechamentos de vagas, a exemplo da construção civil (redução de 8.963 postos de trabalho), indústria de transformação (redução de 7.887 postos), serviços (redução de 7.273 postos) e comércio (com o fechamento de 2.747 vagas de trabalho).

Segundo o ministro, na construção civil, o setor deve retomar a geração de empregos nos próximos meses.

"Não é possível que a construção civil se perpetue todos os meses apresentando números negativos. Construção civil para gerar emprego demora, tem a fase dos projetos, das licenças, das organizações das plantas de construção, isso leva de seis a oito meses. Todos os setores que apresentaram números negativos, quando se faz o comparativo com ano passado, os números são muito menores", comparou.

Desempenho regional

O desempenho do emprego com carteira assinada foi maior na Região Sudeste, com 9.273 novos postos de trabalho, puxado por Minas Gerais, favorecido pela agropecuária e serviços, com saldo positivo de 15.445 vagas criadas. A Região Centro-Oeste abriu 8.340 vagas, impulsionada por Mato Grosso, principalmente nos setores da agropecuária, comércio, serviços, construção civil e indústria da transformação. Goiás também teve expansão com a criação de 4.975 novos postos de trabalho, refletindo o setor de indústria da transformação, serviços e construção civil.

Reforma Trabalhista

A expectativa do governo federal é a geração de 2 milhões de postos de trabalhos nos próximos dois anos. A previsão, segundo Nogueira, será conduzida por atividades que utilizam contrato com jornada parcial, trabalho intermitente e home office( quando o trabalhador exerce suas atividades de casa ou outro local fora da empresa).

"O governo tem tomado medidas concretas. Ordenou as suas despesas, isso é um sinal muito importante para o mercado. O segundo sinal é a segurança jurídica: através da reforma trabalhista se sinaliza para o empregador não ficar com medo de contratar.", detalha o ministro.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.




(83)99412-3094

No Ar
Sintonia do Amor com Josinaldo Ferreira
Peça sua Música

  • Everaldo Andrade
    Cidade: Nova Serrana, MG
    Música: Ninguém é de ferro - com Wesley Safadão
  • danielle chaves
    Cidade: itabaiana
    Música: quero ser pra vc paula fernandes
  • Milly Santana
    Cidade: Itabaiana
    Música: Vidinha De Balada
  • Ernande silva
    Cidade: Itabaiana
    Música: aline barros fico feliz
  • Pepeta Vitoria
    Cidade: Aliança PE
    Música: Chegaste (Roberto Carlos e jennifer lopez)
  • Marquênia Milanês
    Cidade: Pitimbu PB
    Música: Cheias de manias (Raça negra)
Publicidade Lateral
Bate Papo

Digite seu NOME:


Estatísticas
Visitas: 1106687 Usuários Online: 9


Parceiros

Aqui Você Fica Bem Informado!
Copyright (c) 2017 - Itabaiana é Notícias - Todos os direitos reservados